Capa » Relatórios » A maioria das escolas não tem saneamento

A maioria das escolas não tem saneamento

Esgoto-PorqueMeDizem-BlogspotSegundo estudo divulgado no último dia 2, pelo Instituto Trata Brasil e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo, apenas 39,27% de mais de 198 mil escolas do Brasil têm rede de esgoto sanitário. O trabalho, cuja base foi o Censo Escolar de 2007 do Ministério da Educação (MEC), levou em consideração 79 cidades brasileiras com mais de 300 mil habitantes.

Curitiba aparece em uma situação confortável, quando comparada às demais, com rede de esgoto em 95,54% das instituições de ensino. A cidade ocupa a sexta posição entre as que têm melhor atendimento sanitário nas escolas, ficando atrás apenas de Belo Horizonte, São Paulo, Vitória, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

“As principais vítimas da falta de saneamento básico são as crianças”, afirma o pesquisador Marcelo Néri, chefe do Centro de Políticas Sociais, vinculado ao Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas. O estudo mostra que 62,25% das escolas têm rede de água; 87,65% contam com energia elétrica e 61,11% fazem coleta periódica de lixo.

Suspeita-se que a falta de saneamento básico pode ser uma das explicações para a ausência de 5,92% dos estudantes com idade até 17 anos em atividades habituais por motivo de saúde. A carência de higiene implica pior desenvolvimento humano em todas as dimensões, em particular na saúde. Muitas crianças, principalmente de um a seis anos de idade, morrem em decorrência do problema ou têm sequelas que carregam para o resto da vida, de acordo com Néri.

Fonte: Gazeta do Povo (PR), de 03/07/2009
Compilado pela Agência de Notícias dos Direitos da Infância – ANDI: 
Maioria das escolas brasileiras não tem saneamento básico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*